Réquiem para um sonho: confira o editorial produzido pela aluna Isis Rocha

“Sempre gostei muito de criar coisas, entender como elas funcionavam e reinventar”, conta Isis Rocha, aluna do Design de Moda. Toda sua filosofia de vida “underground” é refletida em seus trabalhos, sejam eles acadêmicos ou profissionais. “Intensidade e excentricidades me deixam bastante intrigada”, conta. Além das fortes influências do streetwear e do gender bender em sua marca, a ROCH, a literatura e o cinema são grandes inspirações para sua vida: “hoje eu sou o que gosto”. Atmosferas sombrias a estimulam a criar, “eu vejo beleza em coisas que as pessoas geralmente ficam assustadas, coisas perturbadoras”.
Dentro desse universo, o filme Réquiem Para Um Sonho foi o escolhido como ponto de partida para um editorial na disciplina de Produção de Moda. “Ele é maduro ao retratar o tema e descreve diferentes formas de vício nessa visão perturbada e frenética”, descreve, “instaura uma atmosfera de paranoia e delírio, que conduz a um desespero em busca por um ideal. […] Conseguiu me passar tão bem essa parte que eu tinha agonia”.

cadb-4(1)
A personagem do filme escolhida por Isis, a viúva Sara Goldfarb, é obcecada por um programa de TV do qual sonha em participar. Quando finalmente tem essa oportunidade, as drogas que consome provocam delírios e se desespera por não caber mais em seu vestido favorito. No editorial, Isis preferiu criar uma narrativa paralela, o que confere uma estética leve às fotos, “eu queria quebrar esse transtorno da personagem também, a transformação física e mental dela é tão drástica”, comenta. “Enfim eu queria realizar o sonho dela de caber no vestido e ‘ser tudo lindo'”.
A maior dificuldade foi ter que produzir a peça que seria utilizada, pois não encontrou o vestido ideal: “queria que ele passasse essa ideia de fantasia, algo que flutuasse entre o sonho da personagem e o real”. Além de criar o vestido, para dar forma ao seu conceito, Isis conta que, enquanto a fotógrafa Bruna Finelli clicava, ela balançava um isopor para fazer vento. “Nos divertimos fazendo as fotos, e ainda surgiram ideias novas”, diz. Sobre a escolha da modelo, Isis conta que foi só olhar para o lado durante a aula e decidir: “a própria Raquel me inspirou muito. Além de ser linda e me passar uma personalidade de quem sabe o que quer, ela era perfeita pra fazer as fotos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s