Colaboração: a palavra da vez

“São muitos talentos que precisam ser vistos”, conta a equipe do site Colab55, projeto que oferece um espaço onde designers gráficos independentes possam divulgar seu trabalho. Em Belo Horizonte há o dipindura.com, loja virtual de pôsteres, ideia dos sócios Israel Guerra e Daniel Carvalho. “Aparecemos como intermediários: divulga, gerencia a loja, comercializa a arte e divide o resultado das vendas com o artista”, diz Daniel.

As duas plataformas são uma solução para a questão que aflige a maioria dos designers: “como vender meu produto?”. Elas nasceram não só para trazer mais visibilidade para artistas independentes, mas da necessidade de oferecer algo justo para o consumidor e para o artista. “O cliente pode ter acesso a arte autoral, independente e exclusiva a preço acessível”, conta Daniel do Dipindura, “já o artista exposto tem a chance de ampliar sua rede de trabalho e contatos”, completa. No Colab55, de São Paulo, além de pôsteres, o designer pode aplicar sua arte em canecas, almofadas, camisas, adesivos… “damos total liberdade para definirem o valor dos royalties a receber queremos que arte seja, sim, uma forma de pagar as contas!”. Ideias assim aproximam o design gráfico ao dia a dia das pessoas, substituindo produtos fabricados em grande escala.

sobrenosmini

O papel da universidade para a formação e transformação do profissional é fundamental, de acordo com o Colab55. “A universidade, além de ser uma grande preparadora, é um ambiente experimental e um espaço de troca importantíssimo para constituição do profissional”, contam. “Quando falamos de uma profissão essencialmente criativa, essa troca e as possibilidades interdisciplinares que a universidade propicia são bastante enriquecedoras”.

551

Hoje, no dia mundial do Design Gráfico, essas plataformas possibilitam que a identidade brasileira seja reconhecida internacionalmente. “Brasileiros são muito criativos, adoram experimentar – e isso transparece em suas artes: nas cores, formas, conceitos. Ficamos sem uma linha visual bem definida, mas com uma variedade criativa incrível. E esta, de repente, pode ser a nossa identidade…”, conta a equipe do Colab55. “Nossa identidade seria mais uma “feijoada” de estilos. Mas sempre penso em cores vivas e formas ousadas. Independente da área, desde a fotografia, design até a arquitetura. O brasileiro é trabalhador criativo, uma pessoa que sabe se virar, apesar de todas as adversidades e isso fica evidente em tudo que é produzido aqui”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s